Monthly Archives: janeiro 2013

Revelação da música brasileira no ano passado, Naldo se apresenta no Verão Show 2013

Sucesso nas rádios de todo o país, o cantor Naldo, novo queridinho do pop nacional, se apresenta no palco do Verão Show 2013 nesta quinta-feira (31). A apresentação abre a última semana do evento.

Com sete anos de idade, Ronaldo Jorge Silva, o Naldo, começou a cantar em uma igreja perto de sua casa, no Complexo da Maré. Aos 15 anos, tomou a decisão que mudaria o rumo da sua vida, formou uma dupla com seu irmão Lula.
Em 2005, Naldo e Lula se lançaram no funk carioca com a música “Tá Surdo”, que logo virou hit nas rádios do Rio. Em seguida, as músicas “A Festa É Nossa”, “Rebola”, “Linda Demais”, “Me Chama Que Eu Vou” e o grande sucesso “Como Mágica”, foram lançadas. Com o falecimento de seu irmão em 2008, Naldo decidiu não abandonar a carreira e lançou seu primeiro álbum, “Na Veia”, que já estava sendo produzido pelos irmãos.

O álbum “Na Veia” deu origem ao DVD “Na Veia Tour” lançado em novembro de 2011. Emplacando um hit atrás do outro nas rádios de todo o país, os singles “Na Veia”, “Chantilly” e “Amor de Chocolate” estão na boca do povo. ”Meu Corpo Quer Você”, um dueto com Preta Gil, atualmente, faz parte da trilha sonora da novela ”Salve Jorge”. O sucesso “Exagerado” foi uma das dez canções mais executadas nas rádios do Brasil em 2012.

Recentemente, o cantor lançou o videoclipe da música “Se Joga”, gravado nos Estados Unidos com a participação do rapper internacional Fat Joe. Em breve deve lançar um novo DVD “Benny” e iniciar sua primeira turnê internacional.
Além do artista funkeiro, o festival recebe neste fim de semana, os sertanejos Alex Sandro & Marcelo na sexta (1), a banda de rock Raimundos no sábado (2) e encerra sua programação com o pop rock da Fresno, no domingo (3).
O Verão Show 2013 acontece na praça de eventos, Rua da Praia, a partir das 22h e tem entrada gratuita.

Sorte no imaginário popular é o enredo da Escola “Água na Boca” em Ilhabela

O Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba “Água na Boca”, do bairro Perequê, apostará em um enredo sobre a sorte no imaginário popular neste Carnaval em Ilhabela.

A escola levará para a avenida temas como a busca da felicidade, o pensamento positivo, a esperança e os elementos que atraem sorte segundo a crendice popular, como o pé de coelho, trevo, ferradura e outros amuletos. O enredo “Sorte tem, quem acredita”, de autoria de Noemi Petarnella, será levado para a passarela no dia 11 de fevereiro (segunda), às 23h.

A “Água na Boca” é também conhecida como “Princesinha do Perequê” e sua história começou em fevereiro de 2002 numa reunião de amigos e familiares no então restaurante “Água na Boca”, no bairro do Perequê. Primeiramente surgiu como bloco, sendo campeão por três anos consecutivos e acabou por se transformar em escola de samba no ano de 2006. Foi três vezes vice-campeã, inclusive no ano passado. É uma escola de samba familiar, porém, já conquistou a simpatia de muitos foliões em toda a cidade.

Hoje sua presidente é Nanci Dias Monteiro e a escola abrange moradores de diversos bairros de Ilhabela, mas principalmente dos bairros Perequê, Barra Velha, Reino e Água Branca. O compositor do samba-enredo deste ano é Rodrigo Shúmi e os intérpretes serão Carlos Júnior, Geórgia, Deivid e Alan do Cavaco. Defenderão o samba da escola cerca de 300 integrantes, que serão distribuídos em sete alas e três carros alegóricos. Os 50 ritmistas serão comandados pelo mestre de bateria Andre Góes e serão acompanhados por suas madrinhas de bateria que vão abrilhantar ainda mais o desfile: Gabriela Petarnella e Tamires Moreira.

Angélica e Edson formam a dupla de mestre-sala e porta-bandeira, que promete conduzir o pavilhão da escola com toda a maestria e elegância. O responsável pela harmonia é Angelo Petarnella. Os ensaios da bateria acontecem entre segunda e quarta-feira na Praia do Perequê e às quintas e sextas-feiras na quadra da Escola Municipal “Ruth Cardoso”, na Barra Velha, sempre com início às 21h. Os interessados em desfilar na escola “Água na Boca” podem comparecer nas noites de ensaio ou ligar para (12) 3896-6107 ou (12) 9798-9008.

Confira a letra do samba enredo da “Água na Boca”:

Sorte tem, quem acredita
Eu vou buscar a felicidade
Brincar, cantar, fazer zoeira
pisa firme nesse chão ôô
meu samba levanta poeira

Festa na Ilha … já tô .. Água na Boca eu sou
de vermelho e branco vou sambar
hoje a sorte vai me acompanhar
abre-te sésamo. O tesouro vai se revelar
na força do pensamento …que traz bons ventos e faz positivar
uma luz riscou no espaço sideral fiz um pedido pra brilhar no carnaval

A fé me guia onde for .. deu bem me quer nas pétalas de flor (bis)
pé de coelho, trevo e patuá, quem nunca ouviu que o pé direto é o de pisar?
se a coisa anda torta ferradura atrás da porta, leva figa de guiné
no realejo, tirei a sorte, fui à Bahia pra ganhar o meu axé

A cigana em minha mão… revelou o meu destino
no oriente tão reluzente o dragão é símbolo divino
joguei , apostei nessa bandeira meu talismã
o sorte… abençoe esta conquista
vem coroar a minha escola campeã
Boa sorte pra todos nós

Arena Verão Mix atrai milhares de pessoas à Maresias

Neste fim de semana, de sexta (25) a domingo (27) a praia de Maresias na Costa Sul de São Sebastião ficou bastante movimentada com as diversas atrações dentro do Arena Verão Mix. Moradores e visitantes não se importaram com a chuva forte que assolou a região; cantaram e dançaram ao som de suas bandas favoritas nos três dias de apresentações.

Os surfistas profissionais e big riders, Carlos Burle em parceria com o Edilson Assunção o Alemão de Maresias, marcaram presença ao evento e ministraram clínica de stand up padlle, com aulas teóricas e práticas para o público presente. Durante todo o dia, atividades como slike line e cama elástica, também foram oferecidas gratuitamente. Na sexta feira, o público pôde conferir a energia positiva e boas vibrações da banda Mahalo, que fez um som inspirado em bandas nacionais como,Paralamas do Sucesso, Skank, Natiruts, Planta e Raiz, Cidade Negra entre outras. A chuva forte de sábado (26) não intimidou o público que fez questão de prestigiar o show do Gabriel o Pensador. Com muito carisma e alto astral, o músico fez questão de relembrar canções famosas da banda como “Caximbo da Paz”, “Loira Burra” entre outras.

A banda mineira Strike fechou o último dia de show com uma mistura de punk hardcore da melhor qualidade. O quinteto marcou presença pela alta performance do grupo e tocou canções inéditas como, “Paraíso Proibido”, “Fluxo Perfeito” e “Aquela História”.

A moradora de Barra do Sahy, Lidia Andrada, 38, fã de Gabriel o Pensador, afirmou ter sido uma emoção enorme participar pela primeira vez do show. Já para o surfista e morador de Cambury, Fábio da Silva Neto, 22, foi um privilégio participar da escolinha de SUP com seu ídolo Carlos Burle. O Arena Verão Mix segue com a programação no próximo fim de semana. Na sexta-feira (1), entrará em cena a banda Summer e no sábado (2) o NX Zero. Serviço: Todos os shows previstos para começar às 17h.

Donavon Frankenreiter fecha em grande estilo o último fim de semana do Skoll Endless Summer

A badalada praia de Maresias, na Costa Sul de São Sebastião, recebeu nesse sábado (26) o cantor californiano Donavon Frankeireinter & Friends, com um show acústico inédito.

A forte chuva que caiu não intimidou as centenas de pessoas entre moradores e turistas que compareceram para prestigiar o artista. Num clima descontraído e com muito alto astral, os músicos se posicionaram com seus instrumentos sentados ao chão, onde uma grande roda de fãs se formou, para a apresentação de aproximadamente uma hora de show.

O público vibrou e cantou com os sucessos, “Glow”, “If don’t matter”, “Call me Papa”, “Bend in the road” entre tantas outras. A moradora de Maresias, Simone Torres, 21, fã incondicional do músico, aproveitou o show do começo ao fim e elogiou a estrutura e organização do evento que contou com apoio da Prefeitura. De acordo com o turista, Caio Santos, 18, a integração entre natureza, música e praia é perfeita e agrada muito. “Shows como esse deveriam acontecer com mais freqüência”, comentou. No domingo (27) o público também pôde conferir a exibição do filme, Endlees Summer, no Arena Praia Skoll.

Ilhabela faz homenagem às vitimas da tragédia de Santa Maria na contagem de 500 dias da Copa

Prefeitura instalou um relógio de contagem de regressiva na entrada da cidade. Arquipélago de Ilhabela é Destino de Sol, Praia e Ecoturismo no Estado de São Paulo para o mundial de 2014

A Prefeitura de Ilhabela instalou na última segunda-feira (28/1) um relógio de contagem regressiva dos 500 dias para a Copa do Mundo de 2014, na rotatória da Avenida Princesa Isabel localizada em frente à Praça Allan Kardec, bem na entrada da cidade. Na ocasião foi realizada uma homenagem às vítimas da tragédia de Santa Maria-RS, onde 231 pessoas morreram em um incêndio ocorrido na boate Kiss, na madrugada de domingo (27/1).

O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, solicitou um minuto de silêncio ao público e autoridades presentes. “É uma tristeza que tomou conta não só de Santa Maria, mas de todo o país. A grande maioria jovens, estudantes, que estavam lá para se divertir e acabaram vítimas de uma tragédia”, declarou Colucci.

Em relação ao relógio de contagem regressiva instalado a 500 dias da Copa do Mundo de 2014, o prefeito de Ilhabela avalia o mundial como uma “janela de oportunidades”, principalmente, para as cidades turísticas. “A nossa cidade tem no turismo a sua indústria e os investimentos que temos feito visam melhorar a infraestrutura turística, bem como a qualidade de vida de quem aqui vive. A partir de agora contaremos os dias para a chegada deste importante evento no nosso país”.

O chefe de Gabinete da Prefeitura, Julio Cezar De Tullio, disse que a chegada do mundial aumenta a responsabilidade de todos. “Vamos receber bem os turistas que vierem assistir os jogos da Copa, para isso, vários investimentos têm sido feitos por esta administração para que a cidade esteja preparada. Um deles foi o novo sistema de transporte, com ônibus adequados à Lei de Acessibilidade e às exigências da Fifa”, ressaltou o chefe de Gabinete. Ele também lamentou o fato ocorrido no fim de semana em Santa Maria. “Hoje era para ser um dia de festa, mas infelizmente o Brasil amanheceu entristecido com esta tragédia.

Vamos todos aqui lembrar das vítimas e de sua famílias”.
O secretário de Turismo e Fomento, Harry Finger, considera que a Copa será mais uma oportunidade de Ilhabela aparecer para o mundo. “O mundo inteiro estará de olho no Brasil, não só no futebol, mas em suas belezas. Será uma grande oportunidade para as cidades turísticas. O relógio é uma primeira ação do que a administração pretende, que é dar o ar da Copa a todos que moram e visitam nossa cidade. Ao mesmo tempo realizamos intercâmbios para que mais agências em todo o Brasil possam vender melhor o arquipélago”, complementou.

O presidente da Associação Comercial e Empresarial, Leopoldo Pedallini, que também está à frente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), reafirmou a importância dos empresários e comerciantes capacitarem funcionários e a estrutura de seus estabelecimentos para este turismo internacional. A solenidade de instalação do relógio dos 500 dias da Copa contou ainda com a presença dos secretários municipais Flávio César (Esporte), Lúcia Reale Colucci (Saúde), Flávio Miranda (Obras), Cristobal Parraga (Administração), Edivaldo Anísio (Meio Ambiente), Oswaldo Rehder (Serviços Municipais), Nuno Gallo (Cultura), Maurício Calil (Finanças) e Benedito Ferreira (Assuntos Jurídicos), além dos vereadores Dr. Thiago, Luizinho da Ilha e Sampaio Júnior, moradores e funcionários públicos municipais.

Operação Cata-Treco é iniciada na Vila Amélia, região central de São Sebastião

A ação foi criada para recolher entulhos e manter o bairro limpo

Saúde e bem-estar são qualidades básicas para se viver em harmonia com o meio ambiente. Dentro desse contexto teve início na manhã desta segunda-feira (28) uma operação de limpeza denominada Cata-trecos, num dos bairros da região central de São Sebastião. 

A ação promovida pela Prefeitura junto com a Ecopav, está em fase de experimentação e tem como cenário a Vila Amélia. Com duas retroescavadeiras e três caminhões para selecionar o lixo em entulho, sucata e madeira, a operação será concluída quando o bairro todo estiver limpo. A ideia é que a operação seja difundida em toda a cidade e que ocorra pelo menos uma vez por mês.

O nome ‘cata-trecos’ se deve a motivos lógicos: eletrodomésticos, móveis, entulho e qualquer tipo de utensílio velho jogado em qualquer canto, agora terá seu devido descarte com a atenção necessária.
Para Karina Gonçalves, moradora do bairro, a operação é uma boa solução para não acumular lixo nas ruas e calçadas. “Essa atitude deve ser feita com mais frequência”, disse.

Maestro João Carlos Martins quer conhecer o som da “Pedra do Sino” antes de espetáculo em Ilhabela

Ilhabela será palco no próximo sábado (2/2), às 21h, na Vila, do “Concerto de Verão” da Orquestra Filarmônica do SESI-SP, sob a regência do Maestro João Carlos Martins, e com a participação especial da bateria da escola de samba paulistana “Vai-Vai”.

O espetáculo que tem patrocínio da Redecard integra a programação cultural da Festa de Nossa Senhora D’Ajuda e Bom Sucesso (padroeira da cidade), que começa já na próxima quinta-feira (31/1), na Praça Coronel Julião, na Vila. O evento é realizado pela Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo e Fomento.

Antes de subir ao palco no próximo sábado, o maestro conhecerá um importante ponto turístico do arquipélago: a “Pedra do Sino”, na praia da Garapocaia. A visita será feita na tarde de sexta-feira, quando chega à cidade. Ele quer ouvir e gravar o som metálico das pedras.

A praia da Garapocaia tem 300 metros de extensão e está localizada a 4,1 quilômetros ao norte da Vila (centro histórico). No local há uma passarela que leva o visitante às pedras principais, as quais ao serem tocadas com pedaços de pedra ou mesmo um martelo emitem o som de sinos. “Ele está ansioso para tocar aqui e ao mesmo tempo planejando novos projetos para Ilhabela”, destacou o secretário de Turismo, Harry Finger, que na semana passada foi recebido pelo maestro em São Paulo

O maestro é considerado pela crítica nacional um dos maiores intérpretes de Bach do século XX. Ele foi homenageado pela escola de samba paulistana Vai-Vai com o enredo “A Música Venceu” em 2012 e foi o destaque no último carro-alegórico. A escola sagrou-se campeã do Carnaval. “Será uma grande honra para nossa cidade receber o maestro João Carlos Martins, um ícone da música brasileira, regendo a Orquestra Filarmônica e acompanhado pelos ritmistas da Vai-Vai. Uma grande oportunidade para moradores e turistas conferirem gratuitamente este belo espetáculo”, concluiu Colucci.

Lenda da Pedra do Sino
Uma das lendas sobre a “Pedra do Sino” revela que ao amanhecer de um dia do século XVII surgiu uma caravela de piratas rumo à ilha, quando a população ainda dormia. Quando os piratas estavam prontos para abrir fogo contra o povoado ouviram o barulho dos sinos.

O som despertou o povo que, rapidamente, se preparou para receber os inimigos. Com os piratas expulsos e a paz retomada, o povo queria saber onde estavam os sinos e somente os índios sabiam explicar, exclamando: “garapocaia, garapocaia!”.

Festa da Padroeira
A Festa da Padroeira começa nesta quinta (31/1), às 21h, com show de Ronney e Allan. Na sexta (1/2), às 22h, tem show do cantor e compositor Oswaldo Montenegro. No sábado (2/2), às 21h, a atração é a Orquestra Filarmônica do SESI-SP, sob a regência do maestro João Carlos Martins com a bateria da Vai-Vai e a Orquestra Popular de Ilhabela. Fechando a programação na noite de domingo (3/2), às 21h, tem show com Ronny e Rangel. Também haverá a programação religiosa, com missa e procissão, organizada pela Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda e Bom Sucesso.

Alegria e bom humor vão invadir a avenida no desfile da Mocidade Independente de Ilhabela

O Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba “Mocidade Independente de Ilhabela” é a terceira escola a desfilar na avenida no domingo de Carnaval (10/2), a 1h30. A escola foi fundada em 2004.

Surgiu com os participantes dos “Meninos da Vila” que foi desativado, mas muitos de seus integrantes continuaram se reunindo. Assim, o grupo começou a ser chamado informalmente de “Mocidade da Vila”, pois se reuniam no centro histórico de Ilhabela. Seu atual presidente é Ronaldo Elias Mariano.
Toda a escola está muito empolgada com o enredo deste ano, que levará para a avenida os personagens da alegria – os humoristas. O público vai relembrar as gargalhadas com os novos e antigos personagens cômicos: Professor Raimundo, Coalhada, Bozó, Didi, Lady Kate, Chacrinha e até Chaves e Chapolin.

O autor do enredo é David Soares e o autor do samba-enredo é Osvaldo de Filinho. Os 300 integrantes da escola levarão sete alas para a avenida, quatro carros alegóricos e 50 ritmistas comandados pelo Mestre Luiz Santos (Toti), com o acompanhamento da madrinha da bateria Ana Killingsworth.
O carnavalesco é Alexandre Batista. O casal de mestre-sala e porta-bandeira que vai conduzir o pavilhão da escola é formado por Glauber Yago e Regininha ‘Paquitinha’.
A coreografia da comissão de frente está sob a coordenação de Manoela Teixeira que vai inovar com interferências cênicas na avenida. Laura do Cavaco é a intérprete do samba-enredo.

Segundo a responsável pela harmonia no desfile da Mocidade Independente, Edmara Gonçalves, neste ano as fantasias das baianas estão maravilhosas e surpreenderão o público. Os ensaios da bateria acontecem a partir das 20h todos os dias, na Rua São Benedito, na Vila, próximo à Escola Estadual Dr. Gabriel Ribeiro dos Santos. Diversas famílias de de Ilhabela estão envolvidas na confecção das fantasias e dos carros alegóricos. Mais informações sobre a aquisição de fantasias podem ser obtidas pelos telefones: (12) 3896-1101 e 3896-2680.

Confira a letra do samba enredo da Mocidade
Independente de Ilhabela:

“Personagens da Alegria”
Sorria meu amor sorria
deixa fluir a felicidade
o sorriso enriquece a vida
sorria na avenida com a mocidade
BIS

Vamos aplaudir
a quem tem o dom de fazer sorrir
personagens da alegria
que vivem a nos divertir
um brinde ao Professor Raimundo
ao Coalhada e ao Bozó
e as trapalhadas do Didi Mocó

E no metro do zorra, a zorra é total
Lady Kate rouba a cena e faz um carnaval

Quem não se lembra do Chacrinha e do Troféu Abacaxi
as peripécias do Chaves
e astúcia do Chapolin
momentos de emoção Bozo e Fofão a criançada a delirar
e agora quem agita é o Patati e Patatá

Estou no palco estou e no picadeiro
sou eu quem faz sorrir o mundo inteiro
estou na praça, na rua e TV estou presente em tudo que se vê
e hoje de Vermelho e Branco cheio de encanto e vaidade
vou no desejo e no afã
de ser a Campeã no carnaval desta Cidade

Balneário dos Trabalhadores recebe arte contemporânea

O projeto ‘AmarArte Urbana II’ invadiu o Balneário dos Trabalhadores neste sábado (26) com uma intervenção artística que tem como proposta estabelecer um diálogo entre a arte contemporânea e a cultura caiçara. O trabalho foi executado com base em uma pesquisa sobre os símbolos e história da cultura caiçara, tendo como principal suporte a cidade de São Sebastião.

Em parceria com a Oficina Cultural Altino Bondesan da secretaria de Estado da Cultura, e apoio da secretaria de Cultura e Turismo de São Sebastião, a segunda edição deste processo de intervenções em espaços públicos é resultado da união de três grupos, sendo eles: ‘Núcleo’ de São José dos Campos, ‘Casa Oficina’ de Taubaté e ‘Semo’ de São José dos Campos.

Neste sábado as faixas foram colocadas por entre as árvores da Praia Grande e à noite, na fachada do departamento de Patrimônio Histórico Cultural na Rua da Praia, onde os artistas projetaram um vídeo conclusivo do projeto.

Ideia
De acordo com o coordenador regional da oficina, Washington Freitas, os artistas envolvidos foram desafiados a compartilhar um processo conjunto de elaboração de intervenções em espaços públicos sebastianenses, sendo a reação desta plateia registrada em vídeo.
O coordenador explicou que para ele a arte contemporânea deve sair dos museus e dialogar diretamente com as pessoas nas ruas e nos espaços abertos. “Queremos que as pessoas reflitam sobre o papel desta arte na sociedade, sobre como se relacionam com a praia, com a questão do vento, do sol e da própria sombra, aspectos que passam despercebidos no dia-a-dia”, concluiu.

Grupos
‘Núcleo’ – é um grupo formado por três artistas – Ana Maria Bomfin Pitiu, Giancarlo Ragonese e Lindsay Ribeiro – que elaboram e realizam projetos de artes visuais dentro de uma concepção contemporânea, por meio de exposições, intervenções urbanas e debates abertos com a finalidade de aproximar o público das artes plásticas e de ampliar os espaços para ela acontecer. ‘Casa Oficina’ – é um coletivo – formado por Felipe Resende, Cláudia Boal e Mariana Ardito – dedicado ao desenvolvimento de ideias criativas multi-interdisciplinares e à produção de arte em linguagens como fotografia, xilogravura e serigrafia. ‘Semo’ – é um coletivo multidisciplinar – formado por Camila Morita, Danilo Ferrara e André Yamamoto – que desenvolve um trabalho por meio de pesquisas de materiais e suas aplicações sobre plataformas variadas, o grupo encontra maneiras de criar uma união estética que representa a vivência e bagagem de cada integrante.

Final de semana registra número maior de atendimentos no Projeto Expedições Científicas da Santa Casa de São Paulo

O final da tarde deste domingo (27) o Peca – Projeto Expedições Científicas e Assistenciais da Santa Casa de São Paulo já registrava um total de 510 atendimentos em São Sebastião desde seu início em 24 de janeiro, destes 180 somente nesse dia.

As atividades do Peca começaram nas dependências da Escola Municipal da Topolândia, bairro mais populoso e carente do município, onde os trabalhos permanecerão até esta terça-feira (29) sempre entre 8h e 18h, com mais de 300 pessoas envolvidas entre profissionais, residentes e alunos.

Romão Darci Inocêncio trouxe a esposa, Cristina Costa, e seus três filhos, Romário, Robson e Raphaela, para passarem em consulta. Ele contou que soube do projeto e, além de levar toda a família, também avisou vizinhos e amigos. “O atendimento é um pouco demorado, mas vale muito a pena, pois a demora acontece exatamente porque são muito atenciosos e fazem uma análise profunda de cada pessoa; minha família está muito contente em ter vindo aqui”, concluiu Inocêncio.

Final de Semana
A estrutura do Peca ocupa de forma organizada o pátio e as salas de aula da unidade escolar onde a equipe pode oferecer desde o pré-atendimento até procedimentos mais avançados, incluindo atendimento odontológico, realizado no consultório da própria escola, que mantém um equipamento completo para atendimento dos alunos municipais.Diversas especialidades médicas estão à disposição para atendimentos, entre eles, psiquiatria, psicologia, odontologia e serviço social. Além disso, há o fornecimento de remédios prescritos. Fora todo aparato profissional da área da saúde e social, o Peca trouxe um reforço importante que, muitas vezes de forma sutil, surte efeitos em diversas ações dos profissionais.

Trata-se da brinquedoteca, organizada e desenvolvida por Clerson Pacheco idealizador e criador do “Soul Alegria – Nós Acreditamos No SER”, uma empresa de eventos que desenvolve projeto social com o objetivo de levar alegria e esperança aos lares de longa permanência, a exemplo de asilos e hospitais públicos. Paralelamente, capacitam e formam voluntários em ‘Doutores Palhaços’. A brinquedoteca também é aliada dos atendimentos, principalmente os de âmbito psicológico e fonoaudiológico.

Os profissionais destas áreas utilizam brinquedos e brincadeiras, unidos às técnicas específicas, que descontraem as crianças facilitando a extração de informações importantes.

Nas demais especialidades as brincadeiras e intervenções do palhaço Miojo, personagem criado por Pacheco, tornam os atendimentos mais tranquilos e menos traumáticos. O trabalho deste profissional extrapola os limites de idade, pois é levado aos adultos com o mesmo objetivo, tanto pacientes como profissionais, que têm nestas ações uma importante arma de humanização, fator que reflete consideravelmente no resultado dos tratamentos.

“Através de um figurino alegre, colorido e divertido, e longe de ser um comediante ou médico, o doutor palhaço acredita que qualquer doença pode ter significativa melhora com alguns poderosos remédios, como respeito ao ser humano, atenção, alegria e alguns sorrisos”, resumiu Pacheco.