Monthly Archives: março 2016

Caraguatatuba recebe Jogos Regionais do Idoso pela sexta vez

DSC_9739

Os 20º Jogos Regionais do Idoso (Jori) serão disputados entre os dias 27 de abril e 1º de maio, em Caraguatatuba. O Congresso Técnico define as chaves e os grupos no dia 18 de abril, às 15h, no Teatro Mario Covas, no Indaiá. O município também sediou os Jogos Regionais do Idoso em 2003, 2009, 2012, 2014 e 2015. A cidade receberá o Jori pelo terceiro ano consecutivo e este torneio integra as comemorações dos 159 anos de emancipação político-administrativa de Caraguá. Estão previstos cerca de 2.300 participantes, entre atletas e membros da comissão técnica, de 55 municípios da 2ª Região Esportiva.Haverá provas de atletismo, bocha, buraco, coreografia, damas, dança de salão, dominó, malha, natação, tênis, tênis de mesa, truco, voleibol adaptado e xadrez. A cerimônia de abertura será no dia 28 de abril, no Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves, no Jardim Britânia. Mais informações podem ser obtidas no site www.jori.caraguatatuba.sp.gov.br ou pelo telefone (12) 3885-2200. O Jori é uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo em parceria com a secretaria estadual de Esporte, Lazer e Juventude e o Governo Municipal de Caraguá, por meio da secretaria de Esportes.

Projeto Clima – Ciranda de Literatura, Imagem e Meio Ambiente está com inscrições abertas em Caraguá

Cartaz CLIMA

A Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba está com as inscrições abertas para o projeto Clima – Ciranda de Literatura, Imagem e Meio Ambiente, oficina que propõe a interação das áreas de imagem (fotografia, cinema e vídeo) e literatura (escritos narrativos, poéticos e históricos), com foco na compreensão do meio ambiente. As aulas serão realizadas às segundas-feiras, das 15h às 18h, no Centro Cultural da Ponte Seca.
O projeto será coordenado pelo artista orientador José de Barros, mais conhecido como “Z”, e visa a produção de material literário-imagético, curtas-metragens, mostras de fotografia e palestras, que poderão ser apresentadas em eventos artísticos e ambientais. A oficina será realizada simultaneamente na EMEF – Escola Municipal de Ensino Fundamental “Prof. Antonio de Freitas Avelar”, no bairro Estrela D’Alva, às quintas-feiras, das 13h às 16h.
Na última oficina ministrada por José de Barros, os alunos produziram um curta-metragem sobre o rio que “desce” do morro Santo Antonio, percorrendo seu caminho até o Camaroeiro. Nesta edição, retratarão a história do rio Santo Antonio em seu leito original e as mudanças ocorridas no bairro Rio do Ouro.
Os interessados em participar devem ter a partir de 12 anos de idade e realizar a inscrição no Centro Cultural da Ponte Seca, localizado na Av. José Benedito Faria, s/nº, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h ou das 14h às 17h. Mais informações: (12) 3897.5661.

Diversos cursos gratuitos estão com inscrições abertas em Ilhabela

O Fundo Social de Solidariedade de Ilhabela está com inscrições abertas para diversos cursos gratuitos, entre 4 e 8 de abril, das 9h às 12h e das 14h à 17h, na Rua Guaiamus, n° 56, no Jardim Éden (Perequê), ao lado da Casa do Caiçara.
Para participar, basta morar em Ilhabela e apresentar no ato da inscrição os seguintes documentos: RG, CPF e comprovante de endereço. Mais informações: (12) 3895-1271.
Os cursos de qualificação podem ser uma oportunidade para o ingresso ao mercado de trabalho ou até mesmo para o início de um empreendimento próprio. Todos os cursos são voltados a maiores de 16 anos, com exceção do curso de Marcenaria que exige 18 anos completos.
Confira os cursos:
Depilação
Manicure e pedicure
Design de sobrancelha
Auxiliar de cabeleireiro
Costura – máquina reta e overloque
Costura em malha
Crochê
Artesanato
Panificação artesanal
Marcenaria (para maiores de 18 anos)

Equipe de sinalização da Costa Sul troca placas no Canto do Moreira, em Maresias

Com o objetivo de evitar problemas ao tráfego de veículos, a Prefeitura de São Sebastião revitalizou a sinalização vertical no Canto do Moreira, em Maresias, na Costa Sul do município.
O trabalho realizado pela equipe da Divisão de Sinalização da região, vinculada à Secretaria de Segurança Urbana (Segur), ocorreu na rua Mairinque em atendimento a solicitação dos moradores.
A ação resultou na troca de aproximadamente 10 placas de “proibido estacionar”, além de cinta, suportes e parafusos.
O objetivo da iniciativa é evitar transtornos aos proprietários de veículos que têm casa na via pública, já que ela é bem estreita, bem como oferecer melhores condições para os agentes da Ditraf (Divisão de Tráfego) atuar na fiscalização.
A situação fica mais crítica durante os finais de semana, feriados e temporada de verão, quando muitos condutores desrespeitam a sinalização. Na Costa Sul, muitas ruas são estreitas e não comportam o estacionamento em qualquer lado delas.
Segundo a Ditraf, a multa para os infratores é de R$ 85,14 e quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

 

Câmara de Caraguatatuba aprova isenção de cobrança de zona azul a idosos e deficientes

Na noite da última terça-feira foi realizada na Câmara Municipal de Caraguatatuba a 09ª sessão ordinária do ano. Os Vereadores aprovaram o projeto de lei complementar 01/16, do Vereador Agostinho Lobo de Oliveira (Lobinho), que dispõe sobre a isenção de cobrança da taxa de estacionamento eletrônico rotativo, criada pela Lei Complementar 46/12 – zona azul – aos idosos acima de 60 anos e às pessoas com deficiências.
O objetivo da propositura é proporcionar aos idosos e aos deficientes com mobilidade reduzida e também a gestante, o direito de gratuitamente estacionarem em vagas estabelecidas. De acordo com Lobinho, a matéria vem de encontro à política de mobilidade urbana.
Petronilio Castilho dos Santos (Loro Castilho) teve a aprovação do seu projeto de lei 20/16, que dispõe sobre o recolhimento de veículos abandonados em vias e logradouros públicos. Segundo o Vereador, esse fato, além de depor contra a imagem da via pública, ainda traz entraves à circulação de pedestres, ciclistas e carros, já que parte do automóvel fica comprometendo o trânsito. Além disso, os veículos ou suas carcaças, pelo abandono que se encontram, têm servido de criadouros de mosquitos da dengue, prejudicando todo um trabalho que o município tem feito para o efetivo combate ao mosquito transmissor da doença. A questão da segurança também foi mencionada na propositura.
O Vereador Elizeu Onofre da Silva (Ceará) defendeu e teve a aprovação do projeto de lei 21/16, de sua autoria, que dispõe sobre a criação do serviço público de transporte por táxi adaptado. A propositura pretende criar o serviço para atender as necessidades de deslocamento de pessoas com necessidades especiais.
Já Aurimar Mansano teve aprovado o projeto de lei 22/16, que denomina de Av. Joaquina Engracia Soares Tidoli, a Av. Hum, localizada no bairro Morro do Algodão.
A única propositura da pauta que foi rejeitada foi o projeto de lei 18/16, do Órgão Executivo, que autoriza o Poder Executivo a alienar por concessão real de uso, área integrante do patrimônio do município à Tenda Umbanda Casa de Caridade Cabloca Anay, os imóveis que especifica, localizados no bairro Pontal Santa Marina.

Toninho Colucci é reeleito presidente do Conselho da Região Metropolitana do Vale, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira

RMVALE_3

O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci (PPS), foi reeleito por aclamação presidente do Conselho da Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira (RMVale). A eleição foi realizada na última terça-feira (29/3), em São José dos Campos.
O encontro do Conselho da RMVale contou com a presença do subsecretário estadual de Assuntos Metropolitanos, Edmur Mesquita; do prefeito de São José dos Campos, Carlinhos Almeida (PT); e da prefeita de Monteiro Lobato, Daniela Santos (PSB), eleita vice-presidente do conselho, entre outras autoridades.
Colucci ressaltou que as principais bandeiras do conselho continuam sendo os investimentos em saúde e segurança pública.
“São dois hospitais regionais para a região, um em São José dos Campos e outro em Caraguatatuba, além do AME de Lorena. Estamos trabalhando para credenciar a Santa Casa de Guaratinguetá, que poderá ajudar no atendimento do Vale Histórico. Na segurança buscamos os investimentos em videomonitoramento e tecnologia”, destacou o Toninho Colucci, que presidirá o conselho até 31 de dezembro deste ano.
Ele ainda salientou que acompanhará de perto o início das obras do trecho de serra da Nova Tamoios, bem como a ampliação da Carvalho Pinto até Pindamonhangaba. No evento, o presidente do Conselho da RM Vale também agradeceu o prefeito de São José do Barreiro, José Hamilton, que ocupou o cargo de vice-presidente e deu as boas-vindas a prefeita de Monteiro Lobato.
A Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira foi criada pela lei complementar estadual 1166, de 9 de janeiro de 2012. É uma das cinco regiões metropolitanas do Estado de São Paulo, sendo formada pela união de 39 municípios.

Em Ilhabela, obra da nova escola de ensino infantil da Barra Velha segue em ritmo acelerado

DCIM100MEDIADJI_0017.JPG

Em Ilhabela, a comunidade da Barra Velha será contemplada com mais uma unidade de ensino infantil construída pela Prefeitura. Trata-se da mais nova escola municipal do arquipélago, que ficará nas proximidades da Escola Ruth Cardoso, Delegacia de Polícia, Centro de Referência Animal e do Centro de Apoio Social ao Idoso. A obra segue em ritmo acelerado.
A unidade terá 12 salas de aula, além de biblioteca, sala de administração, refeitório, cozinha e banheiros. Esta é a 13ª escola construída pela Prefeitura nos últimos sete anos. “Saúde e educação são prioridades da nossa administração. Em breve vamos inaugurar duas novas escolas municipais, sempre com objetivo de oferecer uma educação de qualidade aos estudantes ilhabelenses”, comemora o prefeito Toninho Colucci.
Segundo a secretária municipal de Educação, professora Lídia Sarmento, o sistema de período integral terá uma importância fundamental com a construção da nova escola na Barra Velha. “Será uma unidade que também receberá os alunos da escola Eurípedes, cujo prédio será integrado ao PEII (Polo de Educação Integrada de Ilhabela) com as atividades do contraturno escolar”, destaca. O investimento nesta obra é de R$ 1,6 milhão.
A Prefeitura também já iniciou a ampliação da escola municipal Mércia do Nascimento Dias, que receberá mais 8 salas de aula, no bairro Saco da Capela. A escola José Benedito, no bairro do Reino, ganhará mais sete salas de aula.
Inaugurações de Escola
A Prefeitura de Ilhabela ainda inaugurará uma nova escola de ensino infantil, no bairro Praia Grande, região sul do município, e fará a entrega oficial do novo prédio da escola estadual “Dr. Gabriel Ribeiro”, já em funcionamento no Perequê.
O investimento na nova escola de ensino infantil na Praia Grande é de aproximadamente R$ 200 mil. Conforme explicou a secretária de Educação, Lídia Sarmento, com o término desta obra a unidade receberá os alunos da E.M. Sebastião Leite, que também passará por reforma e ampliação. “Vamos aumentar o ensino em tempo integral também no sul da Ilha. Após a obra de ampliação, a escola Sebastião Leite ficará com o Fundamental 1 e a escola Anna Leite Julião com o Fundamental II, passando todas com o ensino em período integral”, explicou a secretária.
Já o novo prédio da escola estadual “Dr. Gabriel Ribeiro”, construído pela Prefeitura, pode atender até mil alunos. A unidade recebe estudantes do ensino médio e do projeto de Educação de Jovens e Adultos (EJA).
A equipe de gestão escolar e a responsabilidade administrativa continuam com o Governo Estadual. O investimento da Prefeitura nesta obra foi de R$ 4,8 milhões. O novo prédio construído no Perequê tem 10 salas de aula, além de dois pátios, quadra poliesportiva coberta, salas de leitura, estudo, recuperação e informática, laboratório de ciências, espaços administrativos, cozinha, cantina, entradas independentes (administrativo e alunos), banheiros no piso superior e no piso inferior, além de rampas de acessibilidade.

Prefeitura entrega revitalização do CAE do São Francisco

CAE do Bairro  (9)

O prefeito Ernane Primazzi entregou na tarde desta quarta-feira (30), a revitalização do Centro de Apoio Educacional – Alberto Augusto Ferreira, no bairro São Francisco, ao lado da Praça da Figueira, na região central de São Sebastião. Autoridades e moradores locais prestigiaram a solenidade.
Durante a cerimonia, foi feita uma homenagem à Maria de Lourdes Ferreira, dona Lourdes, esposa do homenageado, Alberto Augusto Ferreira, e aos filhos, Carlinhos, Marinho e Valéria.
O local recebeu diversas melhorias, pintura e reparos para poder proporcionar mais conforto aos alunos, professores e moradores que fazem uso do CAE.
O secretário de Governo e de Esportes, Fábio Lopez, em seu discurso, destacou as atividades realizadas no local. “Hoje é um dia de alegria e festa.
Sei da importância desta quadra para o bairro São Francisco, temos aqui atividades esportivas e os moradores jogando futebol e basquete frequentemente”, frisou.
O secretário destacou que o local merecia uma reforma há tempos. “A comunidade pleiteou e o prefeito Ernane nos autorizou a fazer a revitalização do espaço, melhorando toda estrutura”, afirmou.
Secretário das Administrações Regionais, Sérgio Felix, comentou que a parceria entre as secretarias foi fundamental na agilidade e conclusão do trabalho “Foi uma revitalização positiva pela rapidez que a equipe trabalhou para deixar tudo pronto para a comunidade”, destacou.
Carlinhos, por sua vez, agradeceu ao prefeito pela iniciativa. “Tenho certeza que aqui é um dos locais mais utilizados pela população. Nosso muito obrigado à revitalização que foi feita, agradeço de coração a todos”, disse.
De acordo com o prefeito Ernane Primazzi, os moradores sempre fizeram bom uso do local. “A comunidade usa corretamente, dão exemplo e tenho certeza que vão dar continuidade no cuidado”, afirmou.
Ele também destacou as melhorias que o bairro recebeu nos últimos anos. “Temos feito muita coisa aqui no bairro e no Morro do Abrigo e podem esperar que mais coisas serão feitas”, frisou o prefeito.
Para celebrar o feito, houve uma disputa de futsal feminino entre Amigas do Morro do Abrigo e Secretaria de Esportes, logo após o descerramento da placa marcando a entrega da revitalização pelas autoridades e homenageados presentes.

Prefeito de Caraguá recebe Prêmio Imprensa

Na última quarta-feira (30/03/2016), o prefeito de Caraguá, Antonio Carlos, esteve em Campos do Jordão e participou do 60º Congresso Estadual de Municípios, que este ano tem o tema “Crise – Dificuldades e Oportunidades”. Além disso, à noite, Antonio Carlos recebeu o Prêmio Imprensa & Mérito Municipalista, que reconheceu os trabalhos prestados na gestão de Caraguá.
A premiação é concedida pelas Empresas de Comunicação Quality. O objetivo é destacar personalidades que apresentam destaque acentuado em suas atividades e que desempenham a gestão com ética e dinamismo.
Antonio Carlos agradeceu o prêmio ao apresentador e proprietário das Empresas Quality de Comunicação, Hélio Henrique, e destacou os investimentos realizados em políticas públicas nas áreas da Educação Saúde, Social, Turismo, Idosos e Pessoas com Deficiência.
“Mesmo com a crise econômica no país, Caraguá não parou e no mês de abril, quando a cidade completa 159 anos, teremos entrega de obras que, com certeza, vão beneficiar toda a população”, disse.
Além das obras concluídas e em andamento, de norte ao sul, o município elaborou calendário com eventos turísticos o ano inteiro para atrair mais visitantes, fortalecer o comércio e gerar emprego e renda. São festivais, eventos gastronômicos, atrações culturais, campeonatos esportivos e inclusivos, entre outros.
Congresso – Com término nesta sexta-feira (1º/4), o Congresso Estadual de Municípios, realizado no Campos do Jordão Convention Center, destacou durante a semana as oportunidades que as cidades têm durante o período de crise econômica. De acordo com o presidente da Associação Paulista de Municípios, Marcos Monti, o fator positivo da crise é o objetivo principal do evento. “Debater também a crise econômica é importante para que os palestrantes nos coloquem perspectivas de futuro, sabendo como o gestor deve se portar daqui até o encerramento do mandato”, disse.

Primeira Feira de Economia Solidária movimentou Praça 13 de Maio no feriado

fandango-caicara (Large)

Centenas de pessoas passaram pela primeira Feira de Economia Solidária, que aconteceu no sábado, 26 de março, na Praça Treze de Maio, no centro da cidade. A feira reuniu mais de 20 grupos que produzem ou comercializam bens e serviços de maneira coletiva, além de integrantes das comunidades tradicionais de Ubatuba.
O evento abriu com falas de Marcelo Salada e de Bethania Souza, em representação da sociedade civil no Conselho Municipal de Economia Solidária, que saudaram os grupos presentes na feira e contaram sobre o processo de preparação e de mobilização. “Foram diversas reuniões semanais realizadas desde janeiro para chegar até aqui”, lembrou Bethania. Mari Angela Bezerra, secretária municipal de Cidadania e Desenvolvimento Social, destacou que a feira é uma iniciativa transversal do governo, que foi possível graças ao envolvimento de várias secretarias municipais, além da Fundart e da Comtur. “A economia solidária promove a dignidade e a autonomia humana ao estimular que todas as pessoas possam se sustentar de seu próprio trabalho”. Maurici Romeu, secretário de Agricultura, Pesca e Abastecimento, explicou que a economia solidária é um novo jeito de produzir, vender, comprar e trocar o que é necessário para viver, regido pelos princípios da democracia, da cooperação e da autogestão e que valoriza o conhecimento e o modo de vida das comunidades tradicionais de Ubatuba.
O prefeito Mauricio enfatizou que a implementação da política municipal de economia solidária em Ubatuba começou já de maneira formal, com a realização de conferências e a aprovação da Lei nº 3781, de 02 de outubro de 2014. “Esta primeira feira tem um caráter experimental. Ela articula setores produtivos nas áreas de artesanato, alimentação, confecção, reciclagem e de prestação de serviços e traz também o componente da troca de livros e de outras atividades culturais”.
A programação cultural incluiu apresentações do grupo de Fandango Caiçara, de palhaços da Cia Fulô, do grupo de rap Baseado Nisso, da roda de capoeira do grupo Peregrinos, danças circulares e se encerrou à noite, com show de Luis Perequê.
“Mais do que um espaço de vendas, esta feira é um momento para que a gente dos grupos se conheça melhor”, contou Gilda Godoy, da Coco e Cia, associação que trabalha com a reciclagem de resíduos sólidos. Na tarde desta segunda-feira, dia 28, a comissão organizadora e os grupos participantes se reuniram para avaliar e ver a continuidade. Uma próxima reunião – exclusivamente dos grupos da sociedade civil – está agendada para a sexta-feira, 1º de abril, às 14 horas.
“A feira foi um primeiro momento de aprendizado: tinha gente que não conhecia o fandango caiçara, eu não sabia o que era dança circular e muitos não sabem o que é economia solidária. Então não é uma feira apenas para produzir, vender um produto e ir embora. A feira também é troca do que eu tenho a oferecer por outra coisa que eu preciso ou quero adquirir”, relatou Denise Amaral, da Associação Polo Produtivo.
“Há gente que é nova na política de economia solidária e gente que está há mais tempo. Há também realidades diferentes de acesso, por exemplo, a transporte e conhecimento. Então temos que ter processo permanente de educação sobre economia solidária e sobre os debates e decisões tomadas ao longo das reuniões”, reforçou Sabrina da Silva, do grupo Bora Cosê.
Mais informações sobre a economia solidária podem ser obtidas junto à Secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social pelo telefone (12) 3834-3502 ou pelo email: feiraecosol.ubatuba@gmail.com