Monthly Archives: agosto 2016

Em Ilhabela, avenida principal recebe pavimentação no trecho Engenho D’Água-Saco da Capela

pavimentação (1)

O trecho entre a Av. Pedro Paulo de Moraes e a orla da praia do Saco da Capela, próximo à Vila (centro histórico), recebe desde a última sexta-feira (26/8) o novo pavimento intertravado, dentro da 7ª Fase da Reurbanização. Com isso, os motoristas devem estar atentos ao sistema pare e siga em razão das intervenções no local.
O projeto inclui um plano de prevenção contra enchentes. As calçadas, por exemplo, receberam pisos permeáveis. São placas fabricadas à base de concreto poroso, incorporadas fibras naturais, minerais e um aditivo para dar permeabilidade e resistência. Isso faz com que esse piso tenha 97% de permeabilidade, resistência ao tráfego de veículos, sendo atérmico e antiderrapante. A estrutura de base/sub-base, que armazena temporariamente a água escoada pela superfície, permite a passagem como se fosse um filtro.
Como a avenida está a aproximadamente 80cm do nível do mar e tem declividade praticamente nula, em dias de chuva era comum ocorrerem alagamentos nesta região. Com estas características, uma drenagem convencional com tubos ou canaletas de concreto dificilmente resolveria, de maneira que um novo sistema está sendo executado. Trata-se de um canal compacto fabricado em concreto polímero, que oferece uma grande durabilidade e resistência para tráfego pesado. De tecnologia e fabricação alemã, dá ao canal maior capacidade de drenagem e de autolimpeza, aumentando a velocidade de entrada da água. É um conjunto único, formado por canal e grade, que garante maior rigidez e segurança, evitando que os elementos se separem de forma perigosa. Este caráter compacto minimiza a manutenção necessária.
A 7ª Fase da Reurbanização, que abrange as avenidas Pedro Paula de Moraes e Dona Germana, também contempla a Rua Benedito Félix. Todo este processo de reurbanização passou por audiência pública. O investimento nesta fase é de R$ 4,4 milhões e a obra contempla novo pavimento, guias, sarjetas, calçadas padronizadas, ciclovia, travessias elevadas de pedestres e o novo sistema de drenagem. O trabalho é realizado desde o Engenho D’Água, onde a 6ª fase foi concluída, até a orla da praia do Saco da Capela.

“É Mesmo uma Palhaçada” atrai bom público à Rua da Praia

Muitas brincadeiras na história de três palhaços divertiram crianças e adultos no último sábado

Nem mesmo o vento frio na noite de sábado (27), afastou o público que tomou conta da Rua da Praia, em frente ao prédio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), em São Sebastião, para se divertir com as histórias, brincadeiras e peripécias de três palhaços que chegam para fazer um espetáculo e descobrem que estão no lugar errado. O espetáculo, “É Mesmo uma Palhaçada”, projeto do Circuito Cultural Paulista (CCP), do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Sectur, animou a noite interagindo o tempo todo com a plateia.
Os três palhaços, interpretados por Gabi Zanola, Gis Pereira e Renato Ribeiro, da Trupe DuNavô, fizeram com que todos participassem do espetáculo durante uma hora de apresentação. Eles começam a história criando uma grande confusão pois descobrem que estão no lugar errado. Para consertar a situação, criam histórias, ideias, realizam marabalismos e improvisam muitas cenas.
Do ilusionismo à dança, mágica e práticas circenses, os atores se revezam em apresentações envolvendo o público e, principalmente, as crianças. Derik Luna, 8, ficou encantado com o espetáculo. “Na verdade, gostei de tudo. Foi muito legal”. Sua mãe, Tatiane Luna, moradora em São Sebastião há 23 anos, adorou a peça. “A apresentação foi ótima. Sinto falta de mais atrações assim para as crianças e o público. É muito bom”.
Há quatro anos morando em São Sebastião, no bairro São Francisco, Alexandre Barbas, acompanhado da esposa e filho, foi especialmente assistir o espetáculo. “O friozinho não atrapalhou. É até mais aconchegante todo mundo junto. Valeu a pena, pois foi muito bom. É preciso ter mais cultura ao ar livre prá gente trazer a criançada”.
Depois da diversão, teve até sessão de fotos com a trupe para alegria da meninada.

Prefeitura de São Sebastião institui lei que incorpora imóveis em área de Zeis na Baleia Verde

Lei Complementar nº 210/2016 foi sancionada pelo prefeito Ernane Primazzi no último dia 26

ZEIS MORADORES LOTAM PLENÁRIO DA CAMARA PARA VOTAÇÃO DO PROJETO

As famílias que ocupam uma área de 84 mil m² no núcleo Baleia Verde, no bairro da Baleia, Costa Sul de São Sebastião, poderão ter seus imóveis regularizados. O prefeito Ernane Primazzi sancionou, no último dia 26 de agosto, a Lei Complementar nº 210/2016 criando a Zona Especial de Interesse Social (Zeis) denominado Núcleo Baleia Verde, localizado às margens da Rodovia SP-55, próximo ao Km 171 +737.
A medida, que beneficia centenas de pessoas, foi aprovada pelo Legislativo na sessão de terça-feira (23), quando o então Projeto de Lei Complementar 08/2016, de autoria do Executivo, foi aprovado após tramitação em Regime de Urgência. No dia, moradores da Baleia Verde lotaram as dependências do plenário da Câmara Municipal e imediações e aclamaram a aprovação do projeto que, um dia antes, foi apresentado pelo prefeito à comissão de moradores em reunião no gabinete da Prefeitura de São Sebastião.
O prefeito pediu a reunião, na segunda-feira (22), com a comissão justamente para mostrar que o projeto estava pronto e seria encaminhado para apreciação do Legislativo atendendo às necessidades dessa comunidade que estava insegura em relação ao futuro das famílias. Durante encontro, o prefeito solicitou urgência na tramitação e aprovação do projeto. Ernane explicou que pediu a reunião para mostrar o projeto dando sequência à série de ações desenvolvidas desde o início do ano com levantamento socioeconômico e estudos topográficos que possibilitassem beneficiar os moradores de uma área próxima à Zeis da Baleia Verde criada pela Lei Complementar 142/2011.

Incorporação
A Lei Complementar nº 210/2016, criando a Zeis do Núcleo Baleia Verde, na verdade incorpora uma área de 84.048,67 m² e perímetro de 2.966,10m à Zeis da Baleia Verde transformando tudo em apenas um núcleo. Com a inclusão dessa área, não contemplada anteriormente, os moradores passam a ser beneficiados e a Administração já está providenciando a regularização de outro problema sério enfrentado pelos moradores, ou seja, o abastecimento de energia elétrica.
O prefeito Ernane explicou que, a partir da incorporação desse núcleo como área de Zeis, serão adotadas todas as providências para que a EDP Bandeirantes priorize o atendimento com instalação de energia elétrica nos imóveis acabando com o fantasma do corte no fornecimento, fato registrado no início do ano, atendendo ação do Ministério Público.
Na mensagem explicativa ao projeto, o prefeito frisou que entre os objetivos das Zeis constam a inclusão social da população fixada dentro dos núcleos congelados, a possibilidade de execução de serviços e infraestrutura urbana melhorando as condições de vida da população e, ainda, a introdução de mecanismo de participação direta dos moradores no processo de definição dos investimentos públicos em urbanização para consolidar os assentamentos.
A mensagem aponta que a ocupação desordenada no Núcleo Baleia Verde teve início a partir dos anos 90 e hoje está totalmente habitado. O núcleo possui, dentro do perímetro estabelecido no levantamento planialtimétrico, 290 imóveis irregulares e 200 famílias, e está inscrito no Programa Cidade Legal da Secretaria de Habitação do Estado de São Paulo firmado em 24 de outubro de 2009.
O documento do prefeito também explica que devido ao grande número de moradias irregulares no entorno da Zeis denominada “Baleia Verde”, crescimento este dado por construções predominantemente de baixa renda, houve consenso pela municipalidade, juntamente com os moradores do local, para que a área de 84 mil m² fosse incorporada à Zona Especial de Interesse Social. O núcleo Baleia Verde possui um TAC (nº 30) – firmado entre o Ministério Publico e a Prefeitura Municipal em 21/10/2009.

Festival de Viola “João Alegre”, em Ubatuba, premia música inédita e melhores intérpretes

04-anderson-alex-3o-melhorinterprete

O Festival de Viola “João Alegre” encerrou a 11ª Caiçarada na noite do domingo, 28, reunindo cerca de 30 violeiros que se apresentaram em solo ou em dupla.
Mauro Gonçalves Leite e Pablo Bernardo Monteiro ganharam o prêmio máximo – 1.000 reais – pela melhor música inédita: “Balançando o Brasil”.
Já na interpretação, o primeiro lugar (800 reais) ficou com a dupla feminina – Barbara Ramos Leite e Janaína Bissoli dos Santos, com a música “A vaca já foi pro brejo”.
As duplas Nei Antonio Pinhatti e Artilio José de Souza, com a música “Franguinho na Panela”, e Anderson da Silva Barbosa e Alex Alves da Silva, com “Goiás é Mais”, ficaram respectivamente na segunda e terceira colocação como melhores intérpretes, recebendo os prêmios de 400 e 300 reais.

Ilhabela abre programação de shows do Aniversário de 211 anos na próxima quinta

ANIVERSÁRIO ILHABELA_04_Ultraje a Rigor

Ilhabela abre a programação oficial de shows musicais em comemoração aos 211 anos de emancipação político-administrativa da cidade na próxima quinta-feira (1º/9), quando subirá ao palco da Praça de Eventos e Lazer do Galera, na Água Branca, o cantor Gabriel o Pensador. O show será às 22h, mas antes já tem o Festival de Hip Hop às 13h e o grupo de rap “3030” às 20h.
Até o dia 11 de setembro serão realizados shows musicais todas as noites, sempre a partir das 20h com a abertura das bandas locais.
No dia 2 de setembro (sexta), às 20h, é hora das bandas locais com Nico e Banda e o grupo Mais Simpatia. Às 22h é a vez do show do grupo Revelação, sucesso em todo o Brasil.
No dia 3 de setembro (sábado), aniversário de 211 anos de Ilhabela, sobem ao palco o Trio Luar e a Banda 40 Graus, a partir das 20h. Um pouco mais tarde, às 22h, é a vez da apresentação do cantor Daniel.
Os cantores ilhabelenses Effe e Marcelo Totó se apresentam às 20h do dia 4 de setembro (domingo). Às 22h tem show com Ultraje a Rigor.
No dia 5 de setembro (segunda), às 20h, abertura Fernando Punk e Abdjan. A cantora Anitta se apresenta às 22h.
O dia 6 de setembro (terça-feira) será reservado para os fãs do samba e do pagode. Os Gigantes do Samba, com Alexandre Pires e Luiz Carlos, se apresentam às 22h. Um pouco mais cedo, às 20h, o ‘esquenta’ fica por conta do cantor Helinho do Pagode e do grupo ilhabelense Pronúncia no Olhar, ambos de Ilhabela.
Já no dia 7 de setembro (quarta-feira), feriado do Dia da Independência, é a vez do sertanejo. Às 20h quem sobe ao palco é o cantor Roney Alves, e na sequência o grupo Forrobodó. Depois, às 22h, um super show com a dupla sertaneja Marcos & Belutti, sucesso em todo o Brasil.

Aviva Ilhabela
Ainda na Praça de Eventos e Lazer do Galera, na Água Branca, no dia 8 de setembro (quinta-feira) começa mais uma edição do “Aviva Ilhabela”. O encontro gospel é promovido pelo Conselho de Ministros e Pastores Evangélicos de Ilhabela (Comei) e tem o apoio da Prefeitura.
A abertura será às 19h, com a participação da Guarda Mirim. Mais tarde, às 22h, tem show com André Valadão.
No dia 9 de setembro (sexta-feira), a programação começa às 19h, com apresentações de bandas locais e pregação de pastores e ministros evangélicos. O cantor Fernandinho é a atração do dia 9, às 22h. As apresentações das bandas locais e pregações iniciam o último dia do “Aviva Ilhabela”, 10 de setembro (sábado), às 19h. A cantora Aline Barros se apresenta às 22h.

Infantil
Além dos shows musicais e as atrações do Aviva Ilhabela, a programação oficial do aniversário de 211 de Ilhabela ainda reserva uma tarde de recreação, às 15h, no dia 11 de setembro (domingo), na Praça de Eventos e Lazer do Galera, na Água Branca, e show com Larissa Manoela, atriz de “Carrossel” e “Cúmplices de um Resgate”, do SBT, às 17h. O cantor Tim Mazzo e a banda Brisa também se apresentam no dia 11 de setembro, às 20h.

Mais programação
Além disso, o aniversário da cidade terá diversas competições esportivas; o Festival Vermelhos 2016, de 9 a 11 de setembro, no Centro Cultural Vermelhos (Ponta da Sela); a 40ª Corrida Pedestre de Ilhabela, na Barra Velha, no dia 10 de setembro, às 17h; Batismos e graduação de capoeira, no Polo de Educação Integrada de Ilhabela, o PEII, na Barra Velha, de 16 a 18 de setembro, às 9h; Concurso de Poesia, na Vila, no dia 16 de setembro (sexta-feira), às 20h; “Chorinho na Praça” – apresentação de grupos de chorinho, na Vila, no dia 18 de setembro (domingo), às 18h; Campeonato Paulista de Optimist, na Escola de Vela “Lars Grael”, no Pequeá, dias 17, 18, 24 e 25 de setembro, às 9h; e a abertura do Salão Waldemar Belisário, no dia 27 de setembro (terça-feira), às 20h. Também estão previstas entregas oficiais de obras públicas.

Solenidade cívica
No dia 1º de setembro, às 8h, tem o tradicional hasteamento da bandeira no alto do Engenho D’Água e na Escola de Vela, no Pequeá. Já no dia 3 de setembro, quando o município completará 211 anos, haverá o hasteamento dos pavilhões na Praça das Bandeiras, às 8h, seguido do desfile cívico-militar, às 9h, na Rua Dr. Carvalho, na Vila.

Solenidade de Juramento à bandeira será no CAE do Pontal da Cruz

Centenas de jovens participam, anualmente, da solenidade

A solenidade oficial de Juramento à Bandeira acontecerá no CAE do Pontal da Cruz, na região central de São Sebastião, e não mais no ginásio poliesportivo José de Souza Gringo, Gringão, no Topovaradouro.
A cerimônia dos jovens dispensados do serviço militar obrigatório será realizada no dia 1º de setembro, a partir das 11h.
O prefeito Ernane Primazzi que também preside a 81ª Junta de Serviço Militar, e o primeiro-tenente do Exército, Jorge Souza da Silva, delegado da 7ª Delegacia de Serviço Militar do Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo/4ª Circunscrição de Serviço Militar, devem comparecer ao evento marcado para começar às 11h.

Circuito Cultural Paulista: Cisne Negro Cia. de Dança apresenta espetáculo baseado na discografia de David Bowie em Caraguá

A entrada é franca e os ingressos podem ser retirados a partir do dia 30 na bilheteria do Teatro Mario Covas

O Circuito Cultural Paulista, programa realizado pelo Governo do Estado São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, apresenta no dia 7 de setembro (quarta-feira), às 21h, no Teatro Mario Covas, o espetáculo “Abacadá” e “Ziggy” (Tributo a David Bowie) com a Cisne Negro Cia. de Dança. A entrada é franca e os ingressos podem ser retirados na bilheteria do teatro a partir do dia 30 de agosto.
O Circuito é um dos mais importantes programas de difusão cultural e de formação de plateias e tem como missão ampliar o acesso à cultura de forma descentralizada. A coreografia “Abacadá”, de Dany Bittencourt e música de André Mehmari, é um desafio e uma improvisação criativa controlada entre a música e os bailarinos da companhia. Este desafio traz uma nova ótica na dança sobre a ação interpretativa musical do bailarino em cena.
Já a coreografia “Ziggy”, de Mário Nascimento, é um mergulho interpretativo à genialidade de David Bowie, que o levou a ser único na sua trajetória pela diversidade de suas aptidões artísticas seja como músico, ator, cantor, compositor, instrumentista, produtor, um artista multidisciplinar e completo na sua criação e atuação e que influenciou toda uma geração, as inusitadas performances cênicas, a sua influência na música negra, os diversos personagens que adotou ao longo de sua carreira e sua espontaneidade calculada, que elevou sua imagem e ideologias à categoria de arte. A classificação é livre.
Em Caraguá, o programa é realizado pela Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba. O Teatro Mario Covas está localizado na Av. Goiás, nº 187, no Indaiá. Mais informações: (12) 3897.5661.
Sobre o Circuito Cultural Paulista
O programa, executado pela APAA (Associação Paulista dos Amigos da Arte), promove ao longo do ano, em cada cidade parceira, um espetáculo por mês, de março a junho e de agosto a novembro, de forma a compor temporadas artísticas que movimentam a vida cultural dos mais de 100 municípios participantes, valorizando os teatros e centros culturais locais, além de espaços alternativos.
A qualidade e a variedade dos espetáculos norteiam a programação do Circuito. Entre música, dança, circo, teatro e programação infantil, o público tem acesso ao melhor do que está sendo produzido nos palcos de São Paulo e do Brasil – de nomes consagrados a criações experimentais. Aos artistas, o Circuito dá a chance de visitar várias regiões e de encontrar um público diversificado, aberto ao novo e ao diálogo entre as linguagens artísticas.
Visite! www.circuitoculturalpaulista.sp.gov.br

Sobre Cisne Negro Cia. de Dança
Sob a direção artística de Hulda Bittencourt e Dany Bittencourt, sucesso de crítica e de público, em 2016 o grupo comemora 39 anos de história. Entre seus traços marcantes está a diversidade e a inovação e ao longo de sua trajetória, detém alguns dados marcantes: já foi assistida por um público superior a 2,5 milhões de pessoas em aproximadamente 17 diferentes países, passando por mais de 400 cidades, num total de cerca de 4 mil apresentações com uma média de 100 apresentações por ano.
Considerada uma das melhores companhias contemporâneas do país, dentro da filosofia da Cisne Negro Cia. de Dança, encontram-se a originalidade, a tradição e a preocupação de formar novas plateias, buscando públicos capazes de apreciar a inovação e a beleza.
A companhia nasceu de uma circunstância especial: sua diretora artística, Hulda Bittencourt, juntou as alunas do já famoso Estúdio de Ballet Cisne Negro com alguns atletas da Faculdade de Educação Física da Universidade de São Paulo (USP).
A Cisne Negro Cia. de Dança acredita que a cultura é uma ferramenta de transformação social, alimento de esperança e sonhos de muitas pessoas, portanto, dentro do seu repertório a Cisne Negro possui obras sócio-educativas, como: “Vem Dançar” – a história da dança através dos tempos, “Don Quixote e Sancho Pança, Viajando pela Dança”, uma viagem pelas danças tradicionais brasileiras, sob uma ótica contemporânea e “Baobá” obra baseada na história de O Pequeno Príncipe, uma discussão entre o Pequeno Príncipe e um Príncipe afro-brasileiro sobre a sustentabilidade do planeta.
Os trabalhos da companhia se inserem dentro do panorama contemporâneo da dança ocidental, e conseqüentemente, desde o início, trabalha com coreógrafos inovadores e jovens.

Serviço
“Abacadá” e “Ziggy” – Cisne Negro Cia. de Dança
Dia 7 – quarta-feira – às 21h
Teatro Mario Covas l Av. Goiás, 187, Indaiá, Caraguá
Entrada Franca
Classificação Livre l 75 min.

Lote do achocolatado Itambé é interditado em Ubatuba

Vigilância Sanitária fiscaliza estabelecimentos para evitar venda e consumo do produto na cidade

A Diretoria Técnica de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde comunica a busca de um lote específico do achocolatado Itambé nos estabelecimentos comerciais da cidade. O objetivo é a contaminação de consumidores, como aconteceu no Mato Grosso.
A medida atende à resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que proíbe a venda do lote M4 com data de fabricação 25/05/16 e validade até 21/11/16 da bebida láctea sabor chocolate, interditado cautelarmente em todo território nacional. Além de advertir o comércio, a Vigilância Sanitária solicita aos consumidores que encontrarem o produto descrito a gentileza de entrar em contato imediatamente pelo telefone 3832-6810 ou de comparecer à rua Cunhambebe, 521 – centro.

RESOLUÇÃO-RE Nº 2.333, DE 26 DE AGOSTO DE 2016
O Diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das atribuições que lhe conferem o art. 151, V e VI, e o art. 54, I, § 1º do Regimento Interno aprovado nos termos do Anexo I da Resolução da Diretoria Colegiada – RDC n° 61, de 3 de fevereiro de 2016, e a Resolução da Diretoria Colegiada – RDC nº 99, de 02 de agosto de 2016, considerando o §4º do art. 23 da Lei nº 6.437, de 20 de agosto de 1977; considerando o art 6º e o inciso II do § 1ºdo art. 8º da Lei nº 9.782, de 26 de janeiro de 1999; resolve:
Art. 1° Determinar a INTERDIÇÃO CAUTELAR, em todo o território nacional, do lote: m4 , fabricado em 25/05/2016 (val.: 21/11/2016), do produto BEBIDA LÁCTEA UHT SABOR CHOCOLATE, 200ml, marca: ITAMBEZINHO, fabricado por ITAMBÉ ALIMENTOS S/A (CNPJ 16.849.231/0005-38), SIF 769, situada na Rodovia BR 262 s/n, Km 403, Patafufo. Para de Minas/MG.
Art. 2º. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação e vigorará pelo prazo de 90 (noventa) dias.
JOSÉ CARLOS MAGALHÃES DA SILVA MOUTINHO

Ilhabela comemora 211 anos de emancipação político-administrativa com desfile no sábado

DESFILE_B

A Prefeitura de Ilhabela realizará no dia 3 de setembro (sábado) a partir das 9h, na Rua Dr. Carvalho – Vila (Centro histórico da cidade), o desfile cívico-militar estudantil, em comemoração ao aniversário de 211 anos de emancipação político-administrativa do município. Antes, às 8h, na Praça das Bandeiras, será realizado o hasteamento dos pavilhões.
O desfile terá início com a entrada da Orquestra de Ilhabela seguida da Marinha do Brasil, Pelotão da Polícia Militar, 17º Grupamento de Bombeiros Salvamar Paulista, os grupos de escoteiros “Maembipe” e “Guapuruvú”, viaturas da Polícia Civil, Frota Municipal, Defesa Civil e Departamento de Trânsito de Ilhabela.
Em seguida desfilam Pastoral da Criança, APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Ilhabela, Centro de Convivência da Terceira Idade “Vila Bela”, Projeto Melhor Idade e Ação (Fundo Social de Solidariedade), Projeto Vida a Vida, Centro de Apoio ao Idoso, Projeto Comunidade Legal, Colégio ACEI e Colégio Objetivo.
Esse ano, o desfile das Escolas Municipais de Ilhabela tem como o tema “Cuidar e Educar”. Representantes de 30 escolas e também do PEII (Polo de Educação Integrada de Ilhabela) participarão da comemoração.
Algumas escolas vão desfilar juntamente com as fanfarras: Eva Esperança Silva, Paulo Renato, Waldemar Belisário, Anna Leite Julião Torres, Ruth Correia Leite Cardoso e Mércia do Nascimento Dias.
As escolas estaduais Dr. Gabriel Ribeiro dos Santos e Profª Maria Gemma de Souza Oliveira também desfilam com suas fanfarras.
A Secretaria de Cultura e a Fundaci (Fundação Arte e Cultura de Ilhabela) desfilam com a Orquestra Popular de Ilhabela seguida da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação/Diretoria Náutica, a turma do Jiu-Jitsu e Guarda-Mirim de Ilhabela.
O encerramento fica por conta da apresentação da Banda Marcial de Ilhabela Fundaci – Bamif.

Premiação marca cerimônia de encerramento da 7ª Edição dos Jogos Estudantis de Ilhabela

A cerimônia de encerramento da 7ª edição dos Jogos Estudantis de Ilhabela foi marcada pela premiação dos participantes. O evento foi realizado na manhã de sexta-feira (26/8) no PEII (Polo de Educação Integrada de Ilhabela), na Barra Velha. A solenidade começou com apresentação das cheerleading (líderes de torcida), que deram um show com gritos de guerra e coreografia e também foram premiadas.
Os demais alunos competiram em várias modalidades, entre elas: beachsoccer (futebol de areia), futsal, basquete street (com menor número de jogadores no time), natação (piscina e mar), vela, canoagem, queimada, vôlei, tênis de campo, frescobol, beachhand (handball de praia) e também damas, xadrez dominó. Além de incentivar os alunos a pratica de atividades esportivas, os Jogos Estudantis têm como propósito a descoberta de novos talentos no esporte e assim garantir equipes preparadas para outros eventos, como os Jogos Regionais.