Monthly Archives: novembro 2016

Alunos da Guarda Mirim de Ilhabela visitam a Escola de Vela Lars Grael

Guarda Mirim visita a Escola de Vela Lars Grael com o projeto “Conhecendo Profissões”.

guarda-mirim-escola-de-vela-2

Na tarde de quarta-feira (16/11), os alunos da Guarda Mirim de Ilhabela visitaram a Escola de Vela “Lars Grael” na Praia do Pequeá. A visita faz parte do projeto “Conhecendo Profissões”, realizado pelo projeto Guarda Mirim, uma parceria da Polícia Militar e Prefeitura de Ilhabela.Os alunos foram recebidos pelo diretor de esportes náuticos Ronilan Rodrigues, que deu uma aula sobre as categorias e os barcos utilizados na escola, além da importância deste esporte na cidade. Ilhabela é a “Capital Nacional da Vela”. Durante a visita, os alunos puderam velejar no veleiro “Charlie Bravo” pelo Canal de São Sebastião e conhecer de perto um pouco das emoções que os velejadores profissionais passam no mar durante as competições.

Guarda Mirim
O projeto é desenvolvido numa parceria entre a Polícia Militar e a Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social. Os alunos são crianças e adolescentes a partir dos 9 anos em situação vulnerabilidade social, visando a resistência à pressão dos no que se refere ao uso de drogas, bem como assimilar conteúdos relacionados à autoestima, utilizando atividades, regramentos e condutas éticas, ações de cidadania e de sustentabilidade, tendo como carro chefe a música. A Guarda Mirim de Ilhabela fica na Rua Joaquim Sampaio de Oliveira, 673. Mais informações: (12) 3895-1301.

Escola de Vela Lars Grael
A Escola de Vela Lars Grael de Ilhabela recebe alunos entre 8 e 15 anos e é dos maiores complexos esportivos destinados à formação de atletas, treinamentos e competições náuticas do país. A sede possui um alojamento amplo e moderno, com salas de treinamentos e administrativas, além de refeitório e um espaço técnico para barcos e materiais.

10ª etapa do Circuito Paulista de Maratonas Aquáticas será neste domingo na Praia Grande em Ilhabela

circuito-paulista-de-maratonas-aquaticas_silasazocar02

A Praia Grande, região sul de Ilhabela, recebe neste domingo (20/11) a 10ª etapa do Circuito Paulista de Maratonas Aquáticas, realizado pela Associação Aquática com apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação. O evento terá início às 9h, com a realização do Congresso Técnico, e em seguida, as largadas das provas de média distância (2km), longa distância (4km) e de curta distância (1km). Participam da competição nadadores de diversas cidades do Estado, como Campinas, Barretos, São José dos Campos, Ubatuba, Caraguatatuba, além de Ilhabela. De Ilhabela participarão da prova os atletas da equipe “Ilhabela de Natação”, que competirão nas categorias infantil, júnior, juvenil, máster e sênior. Ao todo serão 43 nadadores da cidade que participarão de todas as categorias.

Ubatuba terá projeto “Saque para o Futuro” de Vôlei de Praia

Iniciativa visa atender 144 pessoas entre crianças, jovens e idosos

edemilson-saque-para-o-futuro-volei-de-praia-3

Ubatuba terá, ainda em 2016, um projeto que vai proporcionar aulas de vôlei de areia para 144 pessoas, entre crianças, jovens e adultos. Inicialmente realizado no bairro Perequê Açu, a conquista é resultado de tratativas que começaram em 2015 e agora vão tornar o programa realidade.
O convênio será firmado por sete meses com possibilidade de ser prorrogado. Na tarde desta quarta-feira, 16 de novembro, o Prefeito Maurício Moromizato recebeu o presidente da Agcip (Associação de Gestão Cultural no Interior Paulista), Edemílson José do Vale, a fim de acertar os últimos detalhes sobre documentação que falta para que o projeto tenha início.
De acordo com Vale, esse projeto não se resume a trabalhar somente a prática esportiva, mas também vai contar com coordenador, monitores, fisioterapeuta, pedagogo e sociólogo em seu desenvolvimento. Ele ainda destacou que acredita que, nesse formato, o município é pioneiro em implantar a iniciativa.
“O trabalho com esses profissionais é para fazer com que o aluno associe o esporte a uma vida saudável e também tentar imprimir alguns valores, como trabalho em equipe”, explicou o presidente da Agcip.
Os alunos vão receber uniforme, terão direito à lanche e, aqueles que estiverem em idade estudantil, deverão comprovar boa participação na escola.
O Prefeito Maurício agradeceu a presença de Vale e afirmou que os documentos serão providenciados o mais rápido possível a fim de beneficial a população ubatubense.

A Agcip
A Agcip é uma associação sem fins lucrativos que trabalha pelo crescimento da produção cultural, esportiva e turística no interior paulista, suscitando parcerias que insiram criança, adolescente, adulto e idoso no meio social, sem discriminação, a fim de resgatar a cidadania em todos os níveis.

Travessia Caraguá-Ilhabela por revezamento desafia nadadores neste sábado

travessia-caragua-ilhabela-2016-02

Após o desafio da Travessia do Canal, o arquipélago volta a receber mais uma importante prova de natação: a Travessia Caraguá-Ilhabela, que será realizada neste sábado (19/11). A largada será na Prainha, em Caraguatatuba e chegada na Praia do Perequê, em Ilhabela. O congresso técnico da competição está marcado para 7h30, sendo que em seguida será dada a largada, conforme as condições marítimas. A prova é destinada aos amantes da natação de águas abertas e provas longas.
O formato da competição será por revezamento, onde cada atleta nadará por exatamente por 30 minutos. Após esse tempo será feita a substituição de nadadores da equipe e o processo se repete até o fim da disputa.
A prova terá um tempo limite de duas horas após o término da primeira equipe ou uma duração máxima de 10 horas. Estão inscritas para a prova 11 equipes, divididas em quatro atletas, que aceitaram o desafio de completar a travessia de aproximadamente 22km.
A organização ressalta que serão premiadas as três melhores equipes, sendo que as demais que completarem a prova dentro do prazo estabelecido e não forem desclassificas receberão medalha de participação.
A Travessia Caraguá – Ilhabela é realizada pela Associação Aquática e conta com o apoio da Prefeitura de Ilhabela e patrocínio da Nabaiji.

Prefeitura de Ubatuba abre edital para calendário turístico 2017

Prazo final é 28 de novembro; inscrições são feitas somente pela internet

chegada1-28-praias-2016

A Secretaria de Turismo da Prefeitura de Ubatuba está com edital aberto para a seleção de eventos que vão compor o calendário de turismo “Viva Ubatuba 2017”. As inscrições são gratuitas, vão de 14 a 28 de Novembro, e devem ser feitas somente pela página www.vivaubatuba.com.br/calendario-turismo-2017
Podem ser inscritas propostas de eventos com temática esportiva, cultural, religiosa, náutica, ecológica, gastronômica e de negócios. O objetivo é selecionar eventos com potencial para promover a cidade durante o ano todo, em especial, no período denominado como baixa temporada, movimentando os setores produtivos da cadeia local do turismo e promovendo o destino Ubatuba de forma organizada. 2017 será o segundo que o município promove o edital para participação no calendário de turismo.
“Até ano passado, o calendário adotava toda a demanda de eventos que chegava, sem nenhum critério. Nós fizemos um edital para a entrada nesse calendário. Foi feito um chamamento público, no qual participaram empresas de Ubatuba e da região, do Vale do Paraíba, muitas de São Paulo e para entrar no calendário elas precisaram comprovar a existência do cadastro da empresa, com CNPJ, registro, que tenha vida e, pelo menos, ter realizado três últimos eventos grandes”, explica Amábile Cecília Cursino Pereira, diretora operacional de Eventos e Receptivo da Secretaria de Turismo de Ubatuba.
A adoção dessa medida favoreceu a credibilidade dos eventos. Em 2016, foram 17 eventos (de fora) inclusos no calendário turístico, fora os organizados pela cidade. “No lançamento do calendário, a gente falou sobre a credibilidade. Muitas pessoas entraram em contato com nosso setor para saber quando teria chamamento novamente. Já há muitos interessados em inscrever projeto para entrar”, comemora Amábile.

Como funciona
As propostas recebidas serão analisadas por uma comissão formada por membros da Secretarias de Turismo e Esporte, da FundArt (Fundação de Arte e Cultura), Comtur (Companhia Municipal de Turismo de Ubatuba) e representante do Conselho Municipal de Turismo, que avaliarão o potencial do evento conforme os critérios previstos no edital, tais como a valorização do desenvolvimento econômico, das tradições locais e da sustentabilidade dos recursos naturais.
Aquelas que forem selecionadas e estiverem com as documentações devidamente aprovadas serão incluídas na programação do calendário de 2017, gerando promoção institucional para o evento e suporte operacional para a sua realização – o que inclui apoio de divulgação em mídias impressas, como cartazes e painéis, e também nos portais e redes sociais da Prefeitura.
Mais informações sobre o edital podem ser obtidas na Secretaria de Turismo, localizada na avenida Iperoig, 214, Centro, ou pelo telefone (12) 3833 9123, de segunda à sexta-feira, das 8h às 18 horas.

Ensaios para apresentação “Pastoril – Jornada para Belém” começam no dia 21 em Caraguá

Os interessados em participar da atuação devem ter a partir de 7 anos de idade e disponibilidade de comparecer aos ensaios

pastoril-3

A Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba dará início no dia 21/11 (segunda-feira), das 15h às 18h, no Auditório Maristela de Oliveira, aos ensaios do tradicional “Pastoril – Jornada para Belém”. A apresentação integrará a programação do “Natal pela Paz” e será realizada no dia 16/12 (sexta-feira), às 20h, na Praça Dr. Cândido Motta, no Centro. Os interessados em participar devem ter a partir de 7 anos de idade e disponibilidade de comparecer aos ensaios. Não é preciso ter experiência teatral. Os ensaios também serão realizados no Centro Cultural do Sumaré, no mesmo horário, nos dias 23, 28 e 30/11 e 5, 7, 12, 14 e 15/12. O Pastoril reproduz a chegada do menino Jesus ao presépio e a visita das pastoras ao estábulo de Belém, levando ofertas, louvores e pedidos de benção com cantos ao ritmo de pandeiros, percussão, violão e instrumentos de sopro. O Auditório Maristela de Oliveira está localizado na Rua Santa Cruz, nº 396, no Centro e o Centro Cultural do Sumaré está na Avenida Siqueira Campos, nº 470, no Sumaré. Mais informações: (12) 3897.5672 ou www.fundacc.sp.gov.br.

SEMI é pentacampeão de futsal feminino em Ilhabela

semi-campeao-futsal

A equipe da Sociedade Esportiva Meninas da Ilha (SEMI) conquistou na noite do último sábado (12/11) o título do Campeonato Municipal de Futsal Feminino – Ilhabela, após vencer na final por 2 a 1 a equipe da Vila Amélia, de São Sebastião, no Ginásio de Esportes “Oscar Schmidt”, na Barra Velha. Foi o quinto título do time.
Após um início de partida bem técnico e disputado pelas duas equipes, o time do SEMI conseguiu sair na frente do placar com o gol da jogadora Ingrid “Café”, ampliando logo em seguida pela atleta Geovana. A jogadora do Vila Amélia, Luana, ainda descontou no primeiro tempo, finalizando a etapa inicial em 2 a 1.
No segundo tempo, a Vila Amélia saiu em busca do resultado, com fortes ofensivas contra a equipe ilhabelense, porém, mais uma vez a goleira Vanessa Viana foi o grande destaque, garantindo o título para a equipe de Ilhabela. Com esta conquista, o SEMI detém cinco títulos municipais na cidade (2007, 2008, 2014, 2015 e 2016), com apenas 10 anos de fundação.
Participaram do campeonato oito equipes, tendo sido marcados 104 gols ao todo. A artilheira da competição foi a jogadora do Vila Amélia, de São Sebastião, com 11 gols marcados. Já a melhor goleira foi Vanessa Viana, do SEMI, com apenas quatro gols sofridos.
O Campeonato Municipal de Futsal Feminino – Ilhabela 2016 foi promovido pela Prefeitura de Ilhabela por meio da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação.

Mulher é presa com maconha e cocaína dentro de casa em Ilhabela

destaque_1479242974

Uma mulher foi presa nesta terça-feira (15/11) com maconha e cocaína dentro de casa em Ilhabela. A Polícia Militar realizava o patrulhamento no bairro do Reino, quando tentou abordar um indivíduo acusado de tráfico de drogas, que correu para a residência onde a droga estava armazenada.
O rapaz conseguiu fugir, mas a mulher de 27 anos que guardava os entorpecentes foi presa em flagrante. Foram apreendidos 500 gramas de maconha, 200 gramas de cocaína e R$ 1.470 em dinheiro, além de anotações da “contabilidade do tráfico”, balança de precisão e embalagens. A mulher, que não possuía antecedentes criminais, foi levada à delegacia e permanece detida.

Turista morre afogado na Praia dos Castelhanos em Ilhabela

destaque_1479152902

Um homem de 56 anos morreu afogado, na tarde desta segunda-feira (14/11), na Praia dos Castelhanos, extremo leste de Ilhabela. O turista da cidade de Ribeirão Preto (SP) foi resgatado por moradores e recebeu os primeiros-socorros de uma médica que estava na praia. Posteriormente, ele foi levado de jipe até o início de estrada, onde foi transferido pelo Samu até o Hospital, mas já chegou sem vida.
Todos os procedimentos de ressuscitação adotados nestes casos foram adotados, sem sucesso. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a filha da vítima também estava se afogando, mas foi salva. O homem estava acompanhado pela filha e a esposa.
Na última terça-feira (8/11), um casal da cidade de Jundiaí também se afogou na Praia dos Castelhanos. Moradores fizeram o resgate e a equipe do Corpo de Bombeiros juntamente com o helicóptero Águia, da Polícia Militar, levou as vítimas para o Hospital Mário Covas. O casal recebeu alta no mesmo dia.
A Praia dos Castelhanos fica a cerca de 17km da área urbana da Ilha, no extremo leste. O acesso é feito por estrada de terra que corta o Parque Estadual somente com carros tração 4×4 ou de barco. Não há guarda-vidas no local.

Após “promessa” de melhoria, travessia volta a ter cinco horas de fila no feriado e manifestação pode paralisar serviço

destaque_1479304986

O turista que passou o feriado prolongado da Proclamação da República em Ilhabela, além do mau tempo, teve de enfrentar uma longa espera que chegou a cinco horas para fazer a travessia por balsas para São Sebastião. O Movimento “Vem Pra Balsa” já discute a possibilidade de fazer uma nova manifestação, desta feita paralisando o serviço. Os principais motivos das longas filas foram duas paralisações do serviço devido aos fortes ventos no Canal e também o fato de apenas três das seis embarcações estarem em operação em parte do dia.
A situação se agravou após ás 18 horas, quando apenas três balsas estavam em operação. Um dos líderes do movimento “Vem pra Balsa”, Juliano Quaresma, esteve no bolsão de embarque e chegou a postar um vídeo sobre a situação.
Segundo ele apurou junto à Dersa, a FB-30 estava com eixo quebrado, a FB-18 com o motor número dois quebrado e a FB-20 não rompe a correnteza. ‘É dessa maneira que a Dersa diz que vai melhorar o serviço. Prometem seis balsas e apenas três estão em operação”.
Quaresma, que organizou um movimento pacífico para protestar contra a péssima qualidade do serviço, afirmou que poderá ser organizado um novo protesto, mas desta vez para paralisar o serviço.

Dersa
A Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S/A – informou, por meio de nota, que nesta terça-feira a travessia São Sebastião/Ilhabela precisou ser paralisada duas vezes por questões de segurança, em razão das rajadas de vento e força de maré no canal de São Sebastião. A primeira paralisação ocorreu às 13h45, com velocidade dos ventos de 33 nós (61km/h). O serviço foi retomado às 14h35. A segunda paralisação ocorreu às 18h, com ventos de 32 nós (52km/h) e o serviço voltou às 18h38.
“O mar permaneceu agitado durante toda esta terça-feira, fazendo com que as balsas operassem com restrições e de forma mais morosa. É importante lembrar que, por determinação da autoridade marítima, sempre que a velocidade dos ventos excede 25 nós (46km/h), a navegação precisa ser interrompida”, cita a nota.
Com relação à quantidade de balsas, a Dersa informou que pela manhã as seis estavam à disposição, mas uma delas precisou passar por manutenção corretiva que foi concluída durante a madrugada. Por volta das 17h30, outra embarcação precisou passar por manutenção corretiva, retornando às 00h30.
Em determinados momentos operaram três embarcações apenas devido à força de maré que dificultou a manobra das embarcações durante toda esta terça-feira. A partir das 19h32, quatro balsas estavam em operação. A partir das 00h30, cinco embarcações faziam o serviço.
De acordo com a empresa, as condições climáticas ruins juntamente com o grande fluxo de veículos que deixavam Ilhabela na saída do feriado prolongado, resultaram no tempo de embarque elevado. Em tempo real, os usuários eram informados sobre a situação da Travessia pelos painéis de mensagens variáveis, pelo Twitter @travessiasdersa, telefone 0800 7733 711 ou pelo site www.dersa.sp.gov.br, para que pudessem planejar o retorno e optar pelo melhor horário para utilizar o serviço.

Problema sem solução
Uma comitiva de Ilhabela formada por políticos, entre eles, o prefeito Toninho Colucci (PPS) e o prefeito eleito Márcio Tenório (PMDB), vereadores e representantes da sociedade civil do município, e ainda os deputados Edmir Chedid (DEM) e Cássio Navarro (PMDB), estiveram reunidos no dia 18 de outubro com o secretário estadual dos Transportes, Alberto José Macedo Filho, e com o presidente da Dersa, Laurence Casagrande, para novamente cobrar melhorias no serviço de travessia de balsa São Sebastião-Ilhabela. O encontro estabeleceu a vinda da FB-10 – com capacidade para 39 veículos e também o retorno da FB-29, totalmente reformada, na segunda quinzena de novembro, o que ocorreu.
Em setembro, Colucci e o presidente da Associação Comercial de Ilhabela já haviam se reunido com o secretário estadual, estabelecendo a agenda para esta nova reunião. Uma tabela com o cronograma de disponibilidade das embarcações para a Travessia São Sebastião-Ilhabela também foi apresentada.
No dia 7 de outubro, o Movimento “Vem Pra Balsa” recolheu um abaixo assinado com quase 3 mil assinaturas pedindo melhorias no serviço de travessia por balsas entre São Sebastião e Ilhabela, que foi entregue à Dersa e encaminhado também ao Ministério Público. As assinaturas foram obtidas durante um protesto pacífico realizado por cerca de três horas no acesso à travessia nas duas cidades